Sobre

Esta é a página do laboratório do Dr. Carlos Hotta, do Departamento de Bioquímica, Instituto de Química, Universidade de São Paulo.

Search
Powered by Squarespace
Sobre o blog

Quando criança, eu sonhava estudar dinossauros. Hoje em dia tenho outros sonhos mas ainda tenho brontossauros no meu jardim. Por Carlos Hotta.

Feed me!
Segunda-feira
Mai142012

O que Toy Story me ensinou sobre a Ciência



Poucos percebem isso mas a trilogia Toy Story é uma grande alegoria sobre a vida do cientista, basta ver como os membros do laboratório do Andy aprontam as maiores bagunças quando ele não está mas ficam calados e obedientes na sua presença.

Vc é um brinquedo! Vc é um brinquedo!!

Em Toy Story 1, o posdoc Woody tem que aprender a lidar com a chegada do novo posdoc: Buzz Lightyear. Woody está acostumado a ser a estrela do laboratório, o Golden Boy do Andy. Buzz chega com uma auto-confiança incrível, provavelmente por ter trabalhado em terras distantes mas conquista a todos, inclusive o chefe Andy. Ao longo do filme vemos o Buzz percebendo sua realidade e o Woody deixando seu ciúme de lado aprendendo a trabalhar com o Buzz, tudo pelo Andy.

Moral da história 1: melhor do que brigar com o outro posdoc do lab é trabalhar com ele para o sucesso de seu chefe.
Moral da história 2: vc pode se achar o máximo, mas no fundo, no fundo, VC É UM BRINQUEDO!



Em Toy Story 2, Woody está ansioso para ir a um congresso com Andy mas quebra o braço e fica para trás. Enquanto se recupera, ele conhece Jessie, Bala-na-Agulha e o Mineiro que o bajulam por adorar uma séries de artigos que Woody publicou antes de trabalhar com Andy. Aos poucos os três convencem o Woody a ir trabalhar na startup do Al, apesar deles estarem se mudando para o Japão. No fim, Woody muda de ideia e ainda convence a Jessie e o Bala-na-agulha a irem trabalhar com o Andy sem antes sofrer chantagem do Mineiro, que nunca se ressente dos outros por nunca ter publicado um artigo. Al termina falido sem conseguir fechar o contrato dele no Japão.

Moral da história 3: ao abrir a sua startup de biotecnologia, tome cuidado com headhunters de outros labs
Moral da história 4: desconfie de pesquisadores sêniors que nunca publicaram um artigo.
Moral da história 5: se o dono da startup se veste de galinha, é furada!

Lotso coopta Buzz por um tempo Lotso coopta Buzz por um tempo

Em Toy Story 3, Andy vai se aposentar e Woody, Buzz e os demais brinquedos veem seu futuro ficar incerto. Eles tentam ir para um laboratório maior, Sunnyside, comandado pelo posdoc sênior Lotso. Tudo parece Ok, até Lotso se mostrar um manipulador sacana e bota os novatos treinando os estudantes de graduação. Ficamos sabendo que Lotso era bem tratado pelo seu antigo chefe até ser abandonado repentinamente, deixando-o amargo. No final, Woody consegue encontrar um novo laboratório, com um pesquisador iniciante, para ele e seus colegas.

Moral da história 6: seu laboratório pode ser excelente mas não é o único bom de se trabalhar
Moral da história 7: cuidado com os estudantes de graduação.

Cuidado com os ICs! Cuidado com os ICs!
Segunda-feira
Mai142012

Adote um micróbio: Aeromonas hydrophilia

Eu sou A. hydrophilia.

Você já conheceu meus amigos Vibrios.

Somos todas fermentadoras Gram negativas e oxidase positivas e adoramos água.

Eu gosto de água doce e esgotos.

Quando entro em feridas, posso causar celulite.

Às vezes eu provoco diarréia.
===================================================
Texto original de Emma Lurie.

Esta é uma série de textos traduzidos sobre os diferentes microorganismos que conhecemos. Conheça os demais!
Segunda-feira
Mai072012

Adote um micróbio: Vibrio vulnificus

vibrio_vulnificus.jpgAlô! Sou o V. vulnificus.
Sou uma bactéria fermentadora, Gram negativa, oxidase positiva.
Sou o mais virulento dos Vibrio não-coléricos.
Assim como meus primos, vivo no oceano.
Eu posso entrar em você por frutos-do-mar contaminados, quando atravesso seu intestino e chego na sua corrente sanguínea.
Daí eu posso causar sepse e úlceras necróticas dentro de você, com 50% de mortalidade!
Mas não se preocupe, a não se se você for imunocomprometido ou tiver uma doença do fígado.
Se o seu sistema imune for saudável, eu ainda posso entrar por ferimentos marinhos.
Eu causo infecções e necrose da pele.
===================================================
Texto original de Emma Lurie.

Esta é uma série de textos traduzidos sobre os diferentes microorganismos que conhecemos. Conheça os demais!
Segunda-feira
Abr302012

Adote um micróbio: Vibrio parahaemolyticus

vibrio_parahaemolyticus.jpgAlô galera!
Me chame de V. parahaemolyticus, parte do gênero Vibrio.
Sou uma bactéria fermentadora, Gram negativa, oxidase positiva.
Vivo na água salgada e você pode me pegar comendo frutos do mar contaminados.
Eu causo gastroenterite com diarréia aquosa, cólicas e febre.
Na maior parte do tempo minha infecção é auto limtante.
Eu até apareci em quadrinhos!
===================================================
Texto original de Emma Lurie.

Esta é uma série de textos traduzidos sobre os diferentes microorganismos que conhecemos. Conheça os demais!
Segunda-feira
Abr232012

Adote um micróbio: Vibrio alginolyticus

vibrio_alginolyticus.jpgMeu nome é V. algionolyticus.
Assim como meu primo V. c, sou uma bactéria fermentadora, Gram negativa e oxidase positiva.
No entanto não tenho a toxina da cólera.
Alguns de meus primos e eu vivem na água. Especialmente nos oceanos.
Eu entro em você através de pequenos cortes que você faz enquanto nada.
Eu posso causar infecções na pele e tecidos de seus ferimentos marinhos.
Nós amamos surfistas então, se você ama a água, venha e me leve para casa.
===================================================
Texto original de Emma Lurie. Esta é uma série de textos traduzidos sobre os diferentes microorganismos que conhecemos. Conheça os demais!