Sobre

Esta é a página do laboratório do Dr. Carlos Hotta, do Departamento de Bioquímica, Instituto de Química, Universidade de São Paulo.

Search
Powered by Squarespace
Sobre o blog

Quando criança, eu sonhava estudar dinossauros. Hoje em dia tenho outros sonhos mas ainda tenho brontossauros no meu jardim. Por Carlos Hotta.

Feed me!
« Alguns blogs de Ciência que talvez vc não conheça | Main | Por que a soneca do despertador é de 9 minutos? »
Terça-feira
Out012013

Cadê os blogs brasileiros sobre Ciência?

O Roberto Takata escreveu um texto relevantíssimo sobre o atual estado dos blogs de Ciência brasileiros (“Há uma crise nos blogues brazucas de ciências?”). Lá há uma discussão sobre as razões para os blogs brasileiros de Ciência estarem diminuindo seu ritmo de publicação. Eu concordo com ele e ainda adiciono algo a mais: acho que não só há um menor ritmo de publicações, como há um menor número de blogs novos surgindo.

A pergunta é: por que não estamos blogando? Por que vocês não estão abrindo novos blogs?

Muitos devem estar pensando que blogs são uma mídia velha e estão em extinção. Eu ouço isso desde que comecei a escrever e ainda discordo: blogs são uma ferramenta útil demais para publicação de conteúdo, o que está morrendo são algumas formas de se usar os blogs mas blogs ainda são uma forma insuperável de se entregar textos mais profundos para os leitores. Há ainda a possibilidade das pessoas estarem utilizando outras mídias para divulgar Ciência, o que definitivamente acontece mas não explica a totalidade do fenômeno.

Eu tenho uma teoria, uma que vem me assombrando há anos e que acho que pode ser verdade: será que a existência de um condomínio de blogs de Ciência como o ScienceBlogs Brasil pode ter inibido a proliferação de blogs de Ciência ao invés de fomentá-la, como eu cri que ia acontecer?

Abro a palavra para os leitores e colegas.

PrintView Printer Friendly Version

EmailEmail Article to Friend

Reader Comments (8)

Não creio que iniba. O problema é que, principalmente agora que o Dolby morreu, o ruído é muito alto. Escrever sobre ciência é fácil, complicado é passar a maior parte do tempo defendendo o texto, evitando que seja "destruído" por comentaristas predadores.

É MUITO complicado para um blogueiro iniciante, em geral também iniciante e no rodapé da cadela alimentar, ouvir todo dia que o blog dele é uma merda, que TODO post está errado e ele não deveria... tentar.

Acho que uma boa solução seria fomentar esses novos autores em blogs de maior visibilidade, onde possam ter seu trabalho reconhecido, criar um nome e então partirem para uma carreira solo, já com um público cativo.

O SBB NÃO é essa solução, pois embora funcione como portal, os blogs ainda são individuais e em sua maioria estanques. É preciso uma revista, não uma estante.

Outubro 1, 2013 | Unregistered CommenterCardoso

Só pra registrar que o post lá no GR foi motivado por discussão iniciada pela Mariana Fioravanti, do http://polimerasedemesa.blogspot.com.br/

[]s,

Roberto Takata

Outubro 1, 2013 | Unregistered CommenterRoberto Takata

De todas as perdas que a blogsfera luso-brasileira sofreu. a que eu mais lamento é a do "Roda de Ciência" .
Foi murchando, murchando e sumiu...
O Osame ainda tentou com o Anel de Blogs de Ciências, mas também desandou.
Eu não vejo grandes problemas com que o Cardoso chama de "estanqueidade" dos blogs do SBBR. Afinal, cada blog tem sua "especialidade".
O que realmente poderia acontecer com mais frequência é a blogagem coletiva sobre um determinado tema, mas – me lembrando de meu tempo de "administrador-interino-vitalício" do Roda de Ciência – parece que a coisa mais difícil é conseguir um consenso sobre um tema.

Outubro 1, 2013 | Unregistered CommenterJoão Carlos

Comentário enviado ao texto de Roberto Takada, referenciado pelo artigo:

"Olá Roberto, boa noite! Gostaria de contribuir com seu artigo. A menos de um ano, um amigo que se formou comigo (biologia) tomou a iniciativa de criar um blog (www.PortalCiencia.org). No entanto Rodolfo queria envolver (a princípio) vários de seus colegas e amigos, como forma de estimular a divulgação de suas pesquisas e trabalhos. O blog, desde seu início tem caráter colaborativo. O blogue não contou em nenhum momento com investimento externo e foi se mantendo com propagandas do Google. O Blog cresceu substancialmente (para um ano de vida) e com o dinheiro arrecadado pelas propagandas lançamos um concurso de redações focando o ensino médio de escolas brasileiras, o tema proposto pelo blog é "o papel do pensamento científico num país democrático". Em suma, o ânimo dos colaboradores em publicar e ver o blog dar frutos só aumenta. Em meu caso, particular, me sinto estimulado a postar artigos envolvendo questões trabalhadas na especialização em Jornalismo Científico (Labjor - Unicamp), pois começo a lançar um olhar muito mais crítico a respeito da ciência e sua repercussão na sociedade.

Parabéns por suscitar essas discussões.

Forte abraço, Gabriel Monteiro."

Outubro 1, 2013 | Unregistered CommenterGabriel Monteiro

Concordo com o Cardoso. (primeiro comentário acima)

Meu blog Plantando genes que trata de biotecnologia e genética vegetal foi extremamente bombardeado no início por ativistas e "simpatizantes da onda me leva".
Como falar de ciências a eles? Como quebrar tabus e traduzir a linguagem dos papers para a população?

O fato é, não somente o número de blogs brazucas são escassos, como também as discussões científicas são meras notas de rodapé.

abraço
Rafael

Outubro 2, 2013 | Unregistered CommenterRafael Tavares

Como leitor, realmente me parece que há um esvaziamento...Uma coisa q não vejo há séculos seriam blogagens coletivas, como a de Caça a Paraquedistas...
Concordo com o Caroso, de como os iniciantes podem ser inibidos a começar...E analisando a falta de tempo, devido a compromissos profissionais, e considerando que muitos dos que começaram a blogar e eram pós-graduandos hoje lecionam , por que não "terceirizar' os posts?
Uma sugestão seria, aproveitando que agora alguns revisam TCCs, sugerir a seus orientandos escrevessem um post, em linguagem simples, informal, em vez da árida presente nas monografias, falando sobre o que os motivou a escolher tal assunto no TCC ou sobre o próprio TCC...

Outubro 2, 2013 | Unregistered CommenterAndre

Os ciclos nos blogs são comuns. Meu blog mesmo está congelando a mais de seis meses. No entanto é por bom motivo, devo defender minha tese de mestrado no início do próximo ano, e então pretendo retomá-lo com máximo ritmo, estou morrendo de saudades.

Outubro 3, 2013 | Unregistered CommenterProf. Luis Eduardo

Bom dia,

A situação da pós-graduação brasileira está tão precária, que eu estou precisando apelar para uma vaquinha virtual para financiar a apresentação de meu trabalho no IEEE SMC, em Hong Kong. Trabalhei muito para conseguir realizar esse trabalho, e não quero perder todo esse esforço.
Se puder ajudar divulgando ou contribuindo com qualquer valor, agradeço muito.

O link abaixo explica melhor a situação:
https://www.vakinha.com.br/vaquinha/apresentacao-de-trabalho-no-ieee-smc-em-hong-kong-china

Grande abraço!

Julho 14, 2015 | Unregistered CommenterDavid Beserra

PostPost a New Comment

Enter your information below to add a new comment.

My response is on my own website »
Author Email (optional):
Author URL (optional):
Post:
 
Some HTML allowed: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <code> <em> <i> <strike> <strong>